UC InovPed

3ª edição – UC InovPed

A Universidade do Porto abriu pela terceira vez um concurso de ideias para o apoio à criação e funcionamento das Unidades Curriculares InovPed.

Das propostas apresentadas o juri selecionou  4 UC InovPed que serão oferecidas, pela 1ª vez, no 2º semestre de 2020/21 ou no 1º semestre de 2021/22.

  • A comunidade como prática – um espaço transdiciplinar e colaborativo de intervenção – UO’s envolvidas: FPCEUP, FAUP, FBAUP, FEP, FEUP, FMDUP
  • Biolaboratório – Projeto de Experimentação Multidisciplinar – UO’s envolvidas: ICBAS, FCUP
  • Desenvolvimento de Competências Pessoais – UO’s envolvidas: FPCEUP, FCUP
  • Saúde Digital – UO’s envolvidas: FFUP, ICBAS

Entre os objetivos principais desta iniciativa contam-se o incentivo à interdisciplinaridade e o aprofundamento de competências transversais, procurando-se alargar a oferta curricular da Universidade em áreas que são determinantes para a melhoria da formação disponibilizada aos nossos estudantes. É nosso objetivo também responder de forma criativa e flexível às exigências de um mundo em mudança. Estas unidades curriculares, que contarão com um apoio financeiro da Universidade para o seu arranque no primeiro ano do seu funcionamento, oferecerão formação creditada nos planos de estudo dos estudantes inscritos e, entre outros requisitos, terão de ser previamente aprovadas pelas unidades orgânicas que as disponibilizarão.

 

UC InovPed 3º concurso

A comunidade como prática – um espaço transdisciplinar e colaborativo de intervenção 

(sede administrativa da UC – FPCEUP)

O curso pretende, através de uma metodologia de aprendizagem em serviço, envolver estudantes de áreas disciplinares diversas em projetos para a resolução de problemas identificados em comunidades da cidade do Porto, usando estratégias transdisciplinares, colaborativas e criativas.

Resultados de aprendizagem esperados:

Conhecimentos sobre os procedimentos de construção de um projeto de serviço comunitário
Compreensão dos cuidados na entrada na comunidade
Reconhecimento das comunidades como lugares de “necessidades” e “recursos”
Avaliação crítica da informação disponível e sua utilização de forma criativa para produzir soluções transformadoras
Desenho e implementação de um projeto de serviço comunitário
Capacidades de expressão e de escuta ativa
Ser capaz de trabalhar em grupo de forma produtiva
Descrição, através de registos escritos, reflexivos e vívidos, do processo de intervenção
Aprofundamento do sentido de responsabilidade social



Biolaboratório – Projeto de Experimentação Multidisciplinar

(sede administrativa da UC – ICBAS)

A unidade de formação procura proporcionar, a estudantes oriundos de áreas diversas, oportunidade de envolvimento em projetos multidisciplinares que vão ao encontro de problemas atuais da biologia, procurando um enquadramento à luz do conhecimento atual, e dando resposta a questões científicas pertinentes alinhadas com desafios e preocupações societais.
A essência desta unidade de formação é a de promover ambientes multidisciplinares de aprendizagem que contribuam para fundir a aquisição de novos conhecimentos, o desenvolvimento de competências laboratoriais, e a experimentação enquanto resposta à resolução de problemas específicos.

Resultados de aprendizagem esperados:

– Reconhecer a relevância das abordagens multidisciplinares na produção de conhecimento científico e no diálogo ciência-sociedade;
– Desenvolver capacidades de diálogo e colaboração em equipa multidisciplinar;
– Desenvolver a capacidade de conceber, planear e implementar um trabalho de projeto, promovendo o trabalho colaborativo que potencie a complementaridade de conhecimentos e competências;
– Desenvolver (e/ou aprofundar) competências de trabalho laboratorial no contexto das ciências da vida e das questões em estudo;
– Estimular as competências que promovam o projeto de grupo perante diferentes públicos, nomeadamente pelos seus pares, mas também outros agentes sociais.


Desenvolvimento de Competências Pessoais

(sede administrativa da UC – FPCEUP)

Esta UC tem como objetivo geral proporcionar uma formação transversal no domínio das competências pessoais (soft skills). Ao longo da UC os estudantes realizarão uma autoavaliação das habilidades e recursos e identificarão o treino de competências. No final desta UC os estudantes deverão ter desenvolvido/estimulado o seu auto-conhecimento e um conjunto de competências de interação e regulação pessoal.

Resultados de aprendizagem esperados:

Conhecimentos para a compreensão da importância do desenvolvimento contínuo de soft skills;
Auto-conhecimento sobre as habilidades, fragilidades e recursos pessoais;
Competências de comunicação interpessoal, trabalho colaborativo e gestão de conflitos;
Competências de pensamento crítico, reflexivo e criativo;
Competências relacionadas com a gestão de tempo e resolução de problemas;
Capacidade de reflexão sobre os seus projetos profissionais e competências pessoais a desenvolver no futuro, através da elaboração de um Plano de Desenvolvimento Pessoal e Profissional (PDPP).


Saúde Digital 

(sede administrativa da UC – FFUP)

Durante formação serão favorecidas técnicas que estimulem autoaprendizagem, sendo os estudantes estimulados a efetuar pesquisa prévia sobre os temas a abordar nas aulas. Isto permitirá uma interação e discussão mais efetiva durante a aula. No sentido de estimular a aprendizagem serão apresentados exemplos de ferramentas, produtos ou serviços digitais que estejam já implementados, quer a nível nacional como internacional. Em algumas situações serão simulados em sala de aula a utilização de ferramentas digitais, colocando os estudantes tanto na posição de prestadores de cuidados, de cuidadores informais e de cidadão/doentes.

Resultados de aprendizagem esperados:

Conhecimentos para uma compreensão interdisciplinar e integrada do processo de envelhecimento humano nas diferentes dimensões;
Competências para a aplicação dos conhecimentos na resolução de problemas potenciadas pelas atuais tendências de envelhecimento demográfico através de soluções digitais;
Competências que lhe permita procurar, encontrar, compreender e avaliar informações de saúde a partir de fontes eletrónicas e aplicar os conhecimentos adquiridos para responder a questões e resolver problemas relacionados com a saúde do cidadão;
Competências que permitam o desenvolvimento de ferramentas de e Saúde eficazes, confiáveis e fáceis de usar;
Pensamento analítico, crítico, reflexivo e criativo,
Competências relacionadas com a gestão de tempo, capacidade de resolução de problemas, capacidade de decisão, estratégias de aprendizagem, capacidade de planeamento e competências digitais;
Comunicação interpessoal, trabalho colaborativo e gestão de conflitos e de negociação,
Competências de empreendedorismo e competências de inovação em saúde;
Literacia em saúde digital e uma atitude positiva face á tecnologia.



 

UC InovPed vencedoras em concursos anteriores e que já são oferta na U.Porto

1º semestre 2019/202º semestre 2018/19 1º semestre 2018/19

Sustentabilidade Da Produção E Do Consumo Alimentar

Com a unidade curricular de Sustentabilidade da Produção e do Consumo Alimentar vais obter importantes competências para a avaliação da sustentabilidade ambiental ao longo de toda uma supply chain associada à produção e consumo alimentar. Nesta unidade curricular vais assumir um papel fundamental na atualização permanente de conhecimentos exigida pelo contínuo progresso científico e tecnológico e respetivas consequências no mundo do trabalho. Através de uma componente teórico-prática, de uma componente de orientação tutorial e de uma componente de trabalho autónomo vais conseguir ir ao encontro das novas competências requeridas pelos múltiplos agentes sociais e económicos.

⊗ Inscrições abrem em julho de 2019 ⊗

  • Duração: 4 horas semanais
  • Aulas: 1º semestre do ano letivo 2019/20
  • ECTS: 6
  • Ficha Técnica

Representações, Desenhos E Imagens Do Território 

Na unidade curricular de Representações, Desenhos e Imagens do Território vais poder explorar as estratégias comuns de pensamento e método, de comunicação e expressão que a arte, a ciência e a técnica podem partilhar. Através do desenvolvimento de um projeto de representação e expressão gráfica de um território e de contribuições de oradores convidados vais conseguir, entre vários aspetos, conhecer e valorizar diferentes representações do território provenientes de diferentes dimensões da atividade e do conhecimento humanos. Nesta unidade curricular irás obter um conjunto de aptidões que permitirão dominar a dimensão da escala do território e mesmo operacionalizar estratégias de identificação dos tipos de desvios resultantes do confronto entre realidade e representação.


Comunicação De Ciência Para Audiências Não Especializada

Esta Unidade Curricular pretende ajudar os estudantes a adquirem/desenvolverem competências que permitam articular a sua investigação num discurso convincente e acessível para um público não-científico. Visa que os estudantes possam:
– Compreender de forma interdisciplinar as técnicas de comunicação científica
– Estabelecer dinâmicas de confiança entre cientistas/engenheiros e o público em geral
– Instituir estratégias de comunicação de ciência efetivas
– Influenciar comportamentos individuais e coletivos de forma consciente
– Definir políticas de ciência
– Estabelecer diálogos acessíveis em temas críticos científico-sociais com um público não especialista
– Motivar os estudantes à comunicação da ciência nas suas várias vertentes a públicos não-científicos
– Identificar e caracterizar públicos alvo e modelos usados em iniciativas de comunicação científica


Laboratório Aberto De Experimentação Interdisciplinar 

Com a unidade curricular de Laboratório Aberto de Experimentação Interdisciplinar vais adquirir competências básicas na criação de experiências digitais inovadoras e vais conseguir identificar o valor acrescentado na criação de uma experiência digital inovadora. Através de exposição teórica e de um exercício de experimentação no domínio da produção de conteúdos digitais ou tecnologias para conteúdos digitais inovadores, da criatividade e de gestão de projetos vais conseguir partilhar e concretizar os conceitos e conteúdos apreendidos também da tua área científica de origem.

Economia Circular 

Com a unidade curricular de Economia Circular vais obter um claro conhecimento do modelo concetual e legal desta temática, de modelos estratégicos aplicados em contextos locais e integrados, do papel da tecnologia e inovação e de casos reais interdisciplinares. Através de ferramentas pedagógicas diversas, incluíndo atividades de grupo, gamificatione-learning e visitas técnicas variadas, esta unidade curricular vai permitir que obtenhas um conjunto de competências e aptidões sobre as novas relações de produção, distribuição e consumo. A inovação de processos, produtos e materiais e a correspondente transformação socioeconómica serão áreas aqui abordadas que permitirão estruturar novos modelos de negócio com recurso a relações integradas e reestruturação dos processos produtivos, bem como a produção e utilização de produtos.


Culturas Na Produção De Conhecimento Em Ciência 

Na unidade curricular de Culturas na Produção de Conhecimento em Ciência vais obter uma melhor perceção da dinâmica da ciência, bem como uma melhor consciencialização acerca da importância de diálogos entre diferentes disciplinas. Através de várias tarefas que terás de desenvolver, os resultados obtidos serão potencialmente considerados, para contribuição adicional da tua autoria em plataforma digital online aberta, sobre produção de conhecimento em  ciência. Nesta unidade curricular também irás obter um conjunto de competências que permitirão atingir um conhecimento mais integrado e aprofundado de aspetos da dinâmica da ciência e da sua história, bem como possibilitar a identificação de aspetos instrumentais de uma área científica. Aspetos estes que conseguirás traduzir em estratégias metodológicas noutras áreas científicas.


Desporto E Alimentação 

Na unidade curricular de Desporto e Alimentação Saudável vais conseguir obter um enorme benefício para o teu bem-estar através de um programa de atividade física individual. Nesta unidade curricular vais conseguir reconhecer a importância da alimentação como parte integrante da tua saúde, da prevenção de lesões e do rendimento desportivo. Vais também conseguir diminuir comportamentos de risco e desenvolver hábitos de prática desportiva assentes em princípios sustentáveis. Através da participação em atividades desportivas do programa de Desporto da U.Porto e de conteúdos teóricos vais conseguir adquirir hábitos e estilos de vida mais saudáveis.


Património E Paisagem. Gestão, Análise E Projeto

A unidade curricular Património e Paisagem. Gestão, Análise e Projeto irá permitir que desenvolvas competências de trabalho interdisciplinar, entre arquitetura, história de arte, arquitetura paisagista e engenharia civil e, com isto, construir um pensamento crítico sobre as temáticas abordadas. Através de várias atividades, como o trabalho de campo, a participação em seminário ou mesmo a elaboração de exposições, poderás obter um conjunto de conhecimentos sobre estratégias de reabilitação, conservação, restauro e manutenção, bem como reconhecer e aplicar modelos de gestão do património. Serás, nesta unidade curricular, capacitado para a exploração de ferramentas como planos de gestão, análise de risco e planos de manutenção e ainda irás adquirir conhecimentos sobre metodologias e práticas de intervenção no construído e na paisagem.


Educação Artística, Tecnologia E Sociedade

Com a unidade curricular de Educação Artística, Tecnologia e Sociedade vais conseguir obter uma visão mais completa e complexa da relação entre educação, tecnologia e aprendizagem. Através da definição e aplicação de processos de produção audiovisual, desenvolvimento de software, ferramentas de desenvolvimento e produção em equipa irás conseguir refletir criticamente sobre as complexas relações entre a tecnologia e a educação artística. Nesta unidade curricular vais também conhecer diferentes compreensões do que são comunidades e até ser capaz de utilizar criticamente as dinâmicas de participação na promoção de mudança comunitária e transformação social.